sexta-feira, 20 de novembro de 2009

2012

Diretor alemão fala sobre o filme-catástrofe 2012. O mesmo que dirigiu a película Indepence Day e O Dia Depois do Amanhã (além de ter cometido Godzilla), está de volta para o seu primeiro filme desde 10.000 a.C.

domingo, 1 de novembro de 2009

Eleições no Uruguai

O pleito será disputado entre JOSÉ MUJICA, da Frente Ampla, mesmo partido do atual presidente TABARÉ VAZQUEZ, e o representante do Partido Nacional, LUIS ALBERTO LACALLE./ Na PRIMEIRA etapa ocorrida no final de semana, a Frente Ampla conseguiu QUARENTA E SETE vírgula CINCO por cento dos votos e, o Partido Nacional, VINTE E OITO vírgula CINCO por cento./ O Partido Colorado, grupo conservador do Uruguai, já declarou apoio à LACALLE./ O SEGUNDO turno ocorre em 29 de Novembro.

Fonte: Agência Chasque (27/10)

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Rumo da crise política

Governistas arquivam pedido de impeachment de Yeda
A Comissão Especial da Assembleia Legislativa decidiu arquivar o pedido de impeachment da governadora YEDA CRUSIUS./ Como já era esperado, os governistas, que eram maioria na comissão, aprovaram ONTEM a relatoria da deputada ZILÁ BREITENBACH, do PSDB, mesmo partido de YEDA./ Os deputados de oposição se retiraram da votação./ A relatoria agora será apreciada em plenário, onde a governadora também tem maioria.

Em julgamento popular, Yeda é considerada culpada
NOVENTA E QUATRO por cento dos votantes do julgamento popular realizado por sindicatos e movimento sociais consideram a governadora YEDA CRUSIUS culpada nas denúncias de corrupção e Caixa DOIS./ Ao todo, NOVENTA E DUAS MIL QUINHENTAS E VINTE pessoas participaram da consulta./ OITENTA E SEIS MILNOVECENTOS E QUARENTA E OITO votos consideraram YEDA culpada; QUATRO MIL SEISCENTOS E VINTE E SEIS pessoas avaliam que YEDA é inocente./ Os demais votos foram brancos e nulos./ A consulta popular foi organizada pelo Comitê Fora Yeda entre os dias 29 de Setembro e 7 de Outubro.

Fonte: Agência Chasque (9/10)

domingo, 27 de setembro de 2009

RS: crise política

A ação de improbidade administrativa contra a governadora YEDA CRUSIUS e demais OITO réus foi suspensa pela juíza SIMONE BARBISAN FORTES./ A decisão foi tomada ONTEM (24/09) pela magistrada e atende pedido do advogado do deputado federal JOSÉ OTÁVIO GERMANO, um dos réus na ação./ Segundo o advogado, que ingressou com o instrumento Exceção de Suspeição, a juíza SIMONE não está sendo imparcial no processo./ A própria juíza avalia o pedido, que depois será encaminhado para análise do Tribunal Regional Federal.

domingo, 20 de setembro de 2009

Revolução Farroupilha

A Revolução Farroupilha foi uma revolta contra o Império Brasileiro. inconformados com as atitudes autoritárias da Regência decidiram pela revolta tomando Porto Alegre 20 de setembro de 1835. No ano seguinte, a ideologia farroupilha proclama a República rio-grandense desejando zelar pelos interesses da elite sulina. A revolta se extendeu até Santa Catarina quando proclamada a República Juliana mostrando que os insurgentes queriam várias repúblicas federativas no país. Mas oa história toda não teve perdedores, haja que foi feito um acordo político com o Império agraciando com cargos os vultos farroupilhas e para conter outra guerra preste acontecer a guerra de Rosas no Rio da Prata. O que não ganhou nada foram os lanceiros que foram pegos de supresa. Foi um massacre.
A revolução Farroupilha foi nada mais nada menos que uma busca de direitos que o Império não dava como autonomia à Província, reconhecimento a sua economia, as condições de vida dos gaúchos e ainda a sua identidade.

Obs. No Portal de uma rede de comunicação daqui do sul tem um material bem interessante sobre o Acampamento Farroupilha. clique aqui

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Sete de Setembro




Independência do país hoje nas ruas
Há 187 anos, dom Pedro I bradou sua ilustre frase

O Brasil celebra hoje nas ruas 187 anos de Independência. Em 7 de setembro de 1822, o príncipe regente dom Pedro I bradou sua ilustre frase: 'Independência ou morte!', às margens do rio Ipiranga, atual estado de São Paulo. Segundo a maioria dos historiadores, no processo que culminou com esse evento está envolvida a vinda da Família Real Portuguesa ao Brasil. Ao chegar ao país, dom João tratou de cumprir os acordos firmados com a Inglaterra, que havia se comprometido com a defesa de Portugal contra as tropas de Napoleão e com a escolta da Corte Portuguesa ao Brasil. Em contrapartida, dom João consolidou os laços com a Inglaterra e promoveu a abertura dos portos, em 1808.
O historiador Jurandir Malerba, que estudou o assunto em seu doutorado na Universidade de São Paulo (USP), destaca os 'ventos liberais' vindos da Europa como fator decisivo sobre esse movimento. O historiador também indica a abdicação de dom Pedro I, em 1831, e a subida ao trono de dom Pedro II, em 1840, como marcos da independência política brasileira.
Para o acadêmico, o Grito da Independência foi símbolo de uma acomodação de interesses. 'Dom Pedro I se apropriou de um discurso inspirado pela maré liberal que abalava o mundo. Depois de ser rejeitada a proposta de uma monarquia dual, ou seja, um império com duas sedes, restou uma solução conciliatória. Foi um acordo de elites, sem participação popular. Manteve-se o latifúndio, a escravidão, a monocultura, o modelo exportador', afirma.
As teorias históricas mostram, diz Jurandir Malerba, que o Sete de Setembro é meramente factual. 'O Sete de Setembro é uma invenção, como o é o Brasil', sentencia. Para o historiador, no Brasil republicano essa data foi relativizada. 'Para muitos, o herói já não era mais dom Pedro I, mas Tiradentes', observou.

Fonte: Correio do Povo (07/09/2009)

domingo, 23 de agosto de 2009

Antigo Estaleiro Só: por que não tombar como patrimônio histórico?

Fui votar no final da manhã. Fui o segundo a votar!! Nem parecia dia de consulta popular. A área em questão é um antigo terreno abandonado e que poderia servir a população porto-alegrense como um Centro cultural e consequentemente gerar emprego e renda através do turismo e preservar a história e cultura da cidade de Portto Alegre.
Nos 41 mil metros quadrados que compõem o terreno, funcionou por cerca de 40 anos o Estaleiro Só, uma das maiores empresas do Estado à época. A indústria teve seu apogeu na década de 1970, quando chegou a ter mais de três mil trabalhadores. Na década de 1980, a crise financeira e os consequentes cortes nos investimentos governamentais acabaram por deixar a empresa em situação extremamente difícil. Nos anos 1990, as demissões em massa marcaram a trajetória do Estaleiro, que encerrou suas atividades em 1995. Quatro anos depois foi determinado pela Justiça o leilão da área para soldar dívidas trabalhistas.Foram vários leilões sem sucesso. O terreno estava avaliado em R$ 12 milhões, mas por estar numa área com limitação para a construção de prédios, não atraia interessados.
Seria muito interesante pedido de tombamento e assim trabalhar no processo de restauração do antigo Estaleiro Só. Mas há interesses financeiros por trás!!

Saiba mais
Portal do Estaleiro







sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Getúlio Vargas

O jornal Correio do Povo relembra o quadro político e os últimos dias de vida do ex-presidente Getúlio Vargas, morto há 55 anos.

A partir deste domingo(16), o Correio do Povo relembra o quadro político e os últimos dias de vida do ex-presidente Getúlio Vargas, morto há 55 anos. Pelas páginas do Correio do Povo e da Folha da Tarde, de 16 a 24 de agosto de 1954, estão expostas revelações de uma trama que entrou para a história do país, também acompanhada por trechos do livro 'Getúlio Vargas: Uma Vida de Romance', de Juremir Machado da Silva. O relato vai do atentado ao jornalista Carlos Lacerda, que desencadeou a crise, ao suicídio de Getúlio Vargas em seu quarto, no Palácio do Catete.



O atentado que desencadeou a crise

Conhecido como o Crime da Rua Toneleros, o atentado ao jornalista Carlos Lacerda, declarado inimigo político de Vargas, acabou vitimando o major Rubens Florentino Vaz, que fazia a segurança de Lacerda, em 5 de agosto de 1954. Poucos dias depois, já se tinha os principais suspeitos: Alcino João Nascimento e Climério Eurides de Almeida, homens da guarda pessoal de Getúlio, além de Gregório Fortunato, apontado como o mandante do crime.



Semana marcada por muita tensão

A semana que antecedeu o suicídio do então presidente Getúlio Vargas, em 24 de agosto de 1954, foi marcada pela tensão em torno do desenrolar sobre o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda, ocorrido em 5 de agosto daquele ano (box acima). Notícia de primeira página do Correio do Povo do dia seguinte dava conta dos detalhes do ocorrido. Do episódio, Lacerda, que estava acompanhado do filho Sergio, saiu ferido no pé esquerdo.
O Correio do Povo e a Folha da Tarde acompanharam toda a trama que envolveu um dos mais tempestuosos momentos da nossa história e que, nesta semana, vamos relembrar nas páginas do CP por ocasião da passagem dos 55 anos de morte de Getúlio Vargas.
Em 16 de agosto de 1954, a Folha da Tarde estampava a manchete sobre a prisão, em Santa Maria, de dois elementos da guarda de Vargas que foram trazidos à Capital para interrogatório. Eram eles Marino Soares Leal e Jaci Ramos da Silva, que mais tarde foram levados ao Rio de Janeiro para depoimento ao coronel Adil Oliveira, indicado para conduzir o inquérito policial-militar. No dia seguinte, o investigador de Polícia Climério Eurides de Almeida era preso, numa ação cinematográfica em Tinguá, cidade do estado do Rio de Janeiro, Climério estava escondido num bananal.


Getúlio Vargas: resistência em renunciar ao alto posto da Nação





Militares já aprovavam proposta de renúncia

O Clube Militar, reunido em assembleia em 16 de agosto de 1954, aprovou uma proposta, elaborada pelo major Colares, de renúncia de Getúlio Vargas. Mesmo defendendo que este era 'o pensamento da Nação', sob aplausos de mais de 2 mil presentes, a proposta foi derrubada após o discurso do general Juarez Távora. A renúncia também foi defendida em editoriais de alguns periódicos do centro do país naquela semana.

O pistoleiro

JUREMIR MACHADO DA SILVA

Trechos de 'Getúlio, Uma Vida de Romance' (Editora Record)


— Vai ser agora, então, confirma Alcino.
— Não vá errar de novo, a rua é muito mal-iluminada, diz Climério.
Lacerda e o filho Sérgio, de 15 anos, depois de uma conversa com o motorista, descem do carro branco.
— Esqueci a chave, diz Lacerda.
Pede a Sérgio que vá chamar o porteiro. O major-aviador Rubens Vaz, escalado para protegê-lo, num esquema de rodízio voluntário entre quatro amigos da FAB, despede-se. Alcino abotoa o jaquetão, avança uns vinte metros, atravessa a rua e, quando Carlos dirige-se para a entrada da garagem, à direita do edifício Albervania, de número 180, dispara o seu Smith & Wesson 45. Passa da meia-noite. Já se está em 5 de agosto de 1954. O tiro ecoa nas ruas tranquilas de Copacabana. Uma janela se abre. Lacerda dobra-se. Vaz, desarmado, contorna o pequeno veículo e enfrenta o pistoleiro. Magro, Alcino tem a vantagem da arma na mão, mas Vaz é forte. Alcino dispara novamente. Foge para a Paula Freitas.
Há movimento na rua. Um carro aproxima-se. Carlos Lacerda ressurge e também atira, com seu 38 cano curto. Alcino já está na Paula Freitas. Um guarda municipal, vindo do 4º DP, muito próximo dali, ordena que pare. O sangue ferve-lhe, embora se sinta frio. Nada mais há a perder. O 45 pesa-lhe na mão. Derruba o policial com um tiro na coxa. A porta do táxi à sua espera, um Studebaker preto, não abre. Entra pelo vidro de trás e sussurra: 'Pé na tábua' (...) As balas do guarda Sálvio Romeiro atingem a traseira do veículo placa 5-60-21. Nélson Raimundo acelera e perdem-se no labirinto carioca. O atentado está consumado. No chão, banhado de sangue, o corpo do major Rubens Tolentino Vaz, 32 anos, destacado para dar proteção a Lacerda em substituição a um colega.
Expediente

Textos: Daniel Soares; Fotos: CP Memória; Pesquisa de jornais: Arquivo CP e William Keffer; Diagramação: Claudia Judá; Revisão: Nildo Júnior

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Cacho de notícias

Dia 14
RS: Comitê estadual apura denúncias de tortura em São Gabriel
Representantes do Comitê Estadual Contra a Tortura passaram a quinta-feira em São Gabriel apurando as denúncias de violência contra os sem terra na ação de despejo da prefeitura municipal./ Os representantes gravaram depoimentos das pessoas agredidas e acompanharam os exames de corpo de delito, a pedido da advogada do MST./ O procurador, CARLOS CÉSAR D’ELIA, afirmou que o comitê irá investigar as denúncias das agressões que teriam ocorrido na delegacia, depois do prédio ter sido desocupado./ Segundo as famílias, policiais militares agrediram com socos, pontapés, cacetetes e até mesmo com as novas armas não-letais, aplicando choques nas pessoas./ O comitê ainda deve ouvir a Brigada Militar e demais envolvidos no caso.

Trabalhadores protestam em todo o país contra a crise
Centrais sindicais, estudantes e movimentos sociais realizam HOJE protestos em todo país contra os efeitos da crise financeira e pela redução da jornada de trabalho./ Os trabalhadores querem mostrar que rejeitam as demissões nas empresas e exigem a redução da carga de trabalho para gerar novos empregos./ Também exigem políticas públicas de geração de emprego do governo federal./ Os protestos também irão pautar questões regionais, como no Rio Grande do Sul, em que os manifestantes pedirão o afastamento da governadora YEDA CRUSIUS.

Professor não crê no êxito dos alunos, indica pesquisa
O estudo Violência e Convivência nas Escolas, realizado por pesquisadores da Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana, aponta que mais de SESSENTA por cento dos docentes entrevistados têm certeza de que seus alunos vão abandonar os estudos para trabalhar./ Além disso, só QUINZE por cento dos professores acreditam que eles vão terminar o ensino médio e encontrar um bom emprego./ Outra pesquisa, divulgada pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas mostra que VINTE E SETE por cento dos jovens deixam a escola para ingressar no mercado de trabalho./ Ainda de acordo com a pesquisa, só QUARENTA E QUATRO por cento dos jovens de 15 a 17 anos estão regularmente matriculados.

Exército de Israel faz novas execuções na Faixa de Gaza
Mais CINCO mulheres e QUATRO crianças palestinas foram executadas pelo Exército de Israel./ A informação consta em documento divulgado ONTEM pela organização não-governamental Human Rights Watch./ Desde a ofensiva israelense na Faixa de Gaza, iniciada no final do último ano, o Exército de Israel executou mais de MIL E QUATROCENTOS palestinos, a maioria deles civis./ O Exército argumentou que embora as vítimas tivessem abanado bandeiras brancas, como demonstração de paz, não significa que não fossem ligadas a grupos extremistas./ No entanto de acordo com a ONG, as mulheres e crianças abatidas não representavam ameaça.

Dia 13

Manifestação reúne mais de 50 mil pessoas em Honduras
A Marcha Nacional de Resistência Popular reuniu em Tegucigalpa, capital de Honduras, mais de CINQUENTA MIL pessoas vindas do interior e da própria cidade para reclamar a volta do presidente deposto MANUEL ZELAYA./ A avaliação é do deputado catarinense e representante da delegação brasileira AMAURI SOARES, que visitou recentemente aquele país./ O protesto teve a presença da mulher do presidente deposto e de sua filha./ Segundo o deputado, os golpistas já estão agindo com cautela, se comportando na defensiva e preocupados com o aumento das manifestações.

Dia 12

RS: Presidente do Cpers e vereadora são indiciadas por protesto contra Yeda
A delegada SILVIA COCARO indiciou ONTEM a presidente do Cpers Sindicato, REJANE DE OLIVEIRA, a vice NEIDA DE OLIVEIRA e a vereadora do PSOL, FERNANDA MELCHIONNA, pelo protesto em frente à casa da governadora YEDA CRUSIUS./ As TRÊS responderão por dano, injúria, difamação e tentativa de cárcere privado./ As acusações foram feitas pela própria governadora./ O protesto foi realizado em meados de Julho para denunciar a casa de YEDA, que é alvo de investigação de suposto Caixa DOIS na campanha eleitoral.

Nova gripe já representa 77% dos casos de gripe no Brasil
O Ministério da Saúde informou ONTEM que o número de mortes provocadas pela nova gripe no país chega a CENTO E NOVENTA E DOIS./ O último boletim divulgado pelo ministério indicava NOVENTA E SEIS óbitos./ Segundo o ministro, a doença já representa SETENTA E SETE por cento do total dos casos de gripe no Brasil.

Lula se reúne com presidente deposto de Honduras

O presidente de Honduras, MANUEL ZELAYA, visita HOJE o Brasil./ Em reunião com o presidente LULA, será discutida a crise política vivida em Honduras após o golpe de Estado ocorrido em Junho, que tirou ZELAYA do poder./ Em nota, o Itamaraty afirma que o governo brasileiro reivindica que ZELAYA seja restituído ao poder, para o qual foi eleito democraticamente pela população.

Dia 11


RS: Juíza nega afastamento de Yeda

A juíza federal de Santa Maria, SIMONE BARBISAN FORTES, negou ONTEM o pedido de afastamento da governadora YEDA CRUSIUS feito pelo Ministério Público Federal./ O órgão também havia pedido o afastamento e ajuizou ação de improbidade contra outros OITO réus, envolvidos na fraude do Detran./ Na decisão, FORTES diz que a ação é bastante complexa, o que dificulta analisar as provas e encontrar elementos suficientes que mostrassem a necessidade de afastar YEDA.

RS: Berfran Rosado deixa Sema para blindar governo na Assembléia
O secretário do Meio Ambiente, BERFRAN ROSADO, deixou o cargo neste final de semana para voltar como deputado à Assembléia Legislativa./ O pedido foi feito pelo seu partido, o PPS, a fim de ajudar na defesa da governadora YEDA CRUSIUS na Assembléia Legislativa./ As denúncias de corrupção do governo serão alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Casa movida pela oposição./ O atual chefe de gabinete da Sema, GIANCARLO TUSI PINTO, irá responder como secretário interino.

RS: Juíza nega afastamento de Yeda
A juíza federal de Santa Maria, SIMONE BARBISAN FORTES, negou ONTEM o pedido de afastamento da governadora YEDA CRUSIUS feito pelo Ministério Público Federal./ O órgão também havia pedido o afastamento e ajuizou ação de improbidade contra outros OITO réus, envolvidos na fraude do Detran./ Na decisão, FORTES diz que a ação é bastante complexa, o que dificulta analisar as provas e encontrar elementos suficientes que mostrassem a necessidade de afastar YEDA.///

RS: Berfran Rosado deixa Sema para blindar governo na Assembléia

O secretário do Meio Ambiente, BERFRAN ROSADO, deixou o cargo neste final de semana para voltar como deputado à Assembléia Legislativa./ O pedido foi feito pelo seu partido, o PPS, a fim de ajudar na defesa da governadora YEDA CRUSIUS na Assembléia Legislativa./ As denúncias de corrupção do governo serão alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Casa movida pela oposição./ O atual chefe de gabinete da Sema, GIANCARLO TUSI PINTO, irá responder como secretário interino.

Pobreza é obstáculo para melhoria da educação na América Latina, diz ONU

No mundo todo há cerca de CEM MILHÕES de crianças e quase OITOCENTOS MILHÕES de jovens e adultos fora do sistema educacional./ A informação é do relator especial da Organização das Nações Unidas pelo direito à educação VERNOR VILALOBOS./ Ele avalia que a situação de desigualdade econômica é mais crítica na América Latina, o que provoca carências nas oportunidades de ensino./ No caso do Brasil, ele considera que o maior entrave a ser vencido é o de traçar metas de educação de forma dirigida às populações negra e indígena.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Crise política no RS

A governadora Yeda Crusius (PSDB-RS) foi implacada nas investigações de desvio de verbas no Detran, quando o Ministério Público Federal encaminhou a Justiça uma lista de nove denunciados por improbidade administrativa. Os deputados do PDT e do PMDB que resistiram assinaram o pedido nas investigações. Nomes envolvendo a governadora, o advogado José Otávio Germano ex-deputado federal do PP e ex-secretário de Justiça e Segurança dos governos do PMDB e PSDB, o presidente do Tribunal de Contas da União Luiz dos Santos Vargas, o administrador Luiz Fernando Záchia do PMDB, o agrônomo Frederico Antunes do PP, o economista Delson Martini do PSDB, a assessora da governadora Walna Vilarins Meneses, o economista Carlos Crusius e o último Rubens Bordini o tesoureiro de campanha atual vice-presidente do Banrisul foram apontados por ser mentor, intermediários ou beneficiário de atos de corrupção relacionados ao Detran. Os procuradores não sugerem a prisão de ninguém mas apresentam seis pedidos: 1.perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio dos denunciados; 2.ressarcimento integral do dano do erário; 3.perda de cargo e da função pública; 4.suspenção dos direitos políticos de oito a dez anos; 5.pagamento de multa civil e até três vezes do valor do acréscimo patrimônio ou de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente. O MPF convocou a imprensa para anunciar o ajuizamento da ação de improbidade administrativa na 3ª Vara da Justiça Federal de Santa Maria. O processo foi parar lá pois o desvio de verbas no Detram estimado em 44 milhões de reais envolve UFSM, duas fundações a FATEC e FUNDAE. Em parcerias com empresas sistemistas. Foram elas que tornaram a carteira de motorista a mais cara do país. A partir da representação de deputados da oposição protocolada no MP, meia duzia de proruradores debruçam sobre o caso até 5 de agosto de 2009 quando o TRF da 4ª Região autorizou o compartilhamento de informação e muitas que resultou no calhamaço de 1233 páginas encaminhados à juiza federal Simone Barbisan Fortes. Ela não tem prazo para se manifestar. Depois de convocados, os denunciados terão quinze dias para apresentar suas defesas.
É bom lembrar que não foi a primeira vez que o MPF atuou contra um governador. Em 17 de fevereiro de 2002, MPF pediu ao STJ o indiciamento penal do então governador Olívio Dutra (PT-RS), por acusação de prevaricação e omissão na repressão ao jogo do bicho, apontado pela CPI da Segurança Pública. Na época, a CPI propôs por dez votos a dois a abertura de processo de cassação contra Olívio Dutra. Todas as denúncias foram comprovadas como falsas mais tarde pela Justiça. Havia até um relógio que marcava quanto tempo faltava para o impeachment de Olívio. Curiosamente, naquela época ninguém abriu debate de tais ações poderia ser danosa ao Estado Democrático de Direito ou que as pessoas acusadas mereciam o sigilo sobre investigações nas quais estivessem envolvidas. Esperamos agora o final da novela.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Teu pai


Domingo, segundo domingo, dias dos pais. Ouvi e repasso aqui. É muito bonito. Quem quizer ouvir o áudio destas palavras encontrará no blog: http://beapampa.blogspot.com/

Homenagem ao dia dos pais
Quando derramar comida sobre minha camisa e esquecer como amarrar meus sapatos, tenhas paciência comigo e lembra-te das horas em que passei te ensinando a fazer as mesmas coisas. Se quando conversares comigo, eu repetir as mesmas histórias, que sabes de sobra como terminam, não me interrompas e me escute.
Quando eras pequeno, para que dormisses, tive que te contar milhares de vezes a mesma história até que fechasses os olhinhos.
Quando estivermos reunidos e sem querer fizer minhas necessidades, não fiques com vergonha. Compreendas que não tenho culpa disso, pois já não as posso controlar. Penses, quantas vezes, pacientemente, troquei tuas roupas para que estivesses sempre limpinho e cheiroso.
Não me reproves se eu não quiser tomar banho, sejas paciente comigo. Lembra-te dos momentos que te persegui e os mil pretextos que inventava pra te convencer a tomar banho.
Se em algum momento, quando conversarmos, eu me esquecer do que estávamos falando, tenhas paciência e me ajude a lembrar. Talvez a única coisa importante pra mim naquele momento seja o fato de ver você perto de mim, me dando atenção, e não o que falávamos.
Se alguma vez eu não quiser comer, saibas insistir com carinho. Assim como fiz contigo. Também compreendas que com o tempo não terei dentes fortes, e nem agilidade para engolir.
E quando minhas pernas falharem por estar tão cansadas, e eu já não conseguir mais me equilibrar... Com ternura, dá-me tua mão para me apoiar, como eu o fiz quando tu começastes a caminhar com tuas perninhas tão frágeis.
E se algum dia me ouvires dizer que não quero mais viver, não te aborreças comigo. Algum dia entenderás que isto não tem a ver com teu carinho ou com o quanto te amo.
Sempre quis o melhor para ti e sempre me esforcei para que teu mundo fosse mais confortável, mais belo, mais florido.
Não te sintas triste ou impotente por me ver assim.
Não me olhes com cara de dó.
Dá-me apenas o teu coração, compreenda-me e me apoie como o fiz quando começastes a viver. Isso me dará forças e muita coragem.
Da mesma maneira que te acompanhei no início da tua jornada, te peço que me acompanhes para terminar a minha.
Trata-me com amor e paciência, e eu te devolverei sorrisos e gratidão, com o imenso amor que sempre tive por ti.

Assinado: Teu Pai
(Voz do jornalista Nilton Fernando)

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Aulas na Capital também iniciam no dia 17

As aulas nas CINQÜENTA E CINCO escolas municipais de Porto Alegre foram prorrogadas para iniciarem no próximo dia 17./ A medida atende a pedido do Comitê de Controle e Combate à Gripe A da Secretaria Municipal da Saúde e segue a orientação já tomada pelas redes particular e estadual de Educação./ Até mudar de idéia neste final de semana, a Secretaria Municipal de Educação vinha recebendo críticas da associação de professores, a Atempa, e de vereadores da Capital./ Eles argumentavam que os principais afetados seriam as crianças pobres./ Algumas escolas já haviam decidido não iniciar as aulas ONTEM, contrariando o posicionamento da Smed.

Fonte: Agencia Chasque

64 anos dos bombardeios atômicos de Hiroshima e Nagasaki

Maioria dos norte-americanos apóia bombardeio de Hiroshima e Nagasaki
TRÊS entre CINCO norte-americanos acreditam que os bombardeios atômicos de Hiroshima e Nagasaki, que esta semana completam SESSENTA E QUATRO anos, foram justificados./ Apenas UM entre CINCO acham que foi um erro, informou ONTEM a Universidade Quinnipiac./ Segundo a instituição, uma pesquisa que ouviu cerca de DOIS MIL E QUATROCENTOS americanos diz que SESSENTA E UM por cento dos consultados apóiam o ataque, o PRIMEIRO e único bombardeio atômico da história.

Fonte: Agencia Chasque

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Joe Jackson


O documentário (domingo, 2 de agosto, Repórter Record) sobre o pai de Michael Jackson estava ótimo. Este foi o segundo. Quem ou o que matou Michael Jackson? O que causou a morte do maior ídolo da indústria do entretenimento? O que vai acontecer com os filhos do astro? Um documetário que afinal de contas chegaremos a conclusão de que o pai, Joe Jackson , da sua trajetória e o que cometeu independente é vilão ou herói ficará na história como um personagem atroz.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Pandemia

O que está por trás da gripe A (H1N1)?

Gripe A retarda volta às aulas na rede estadual

Repasso esta informação muito interessante...
A Secretaria Estadual de Educação estendeu o recesso escolar até o dia 17 de Agosto./ O motivo é o aumento nos números de casos de Gripe A no estado./ Pelo calendário padrão, as atividades nas escolas seriam retomadas na próxima segunda-feira, dia 3 de Agosto./ Em nota, a SEC afirma que a medida não vai impedir a proliferação do vírus, mas pode evitar que ele se espalhe de maneira mais rápida./ A recuperação das aulas será discutida na próxima semana./ Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Paulo também tomaram medida semelhante

sábado, 1 de agosto de 2009

Índice dos meses maio, junho e julho

Neste post apresenta os índices dos meses dos maio, junho e julho.

História Geral
-As guerras mundiais (video)
-conflito em Sri Lanka
-Templários (video)
-Eleição do Irã
-Sobre o Al Qaeda (videos em espanhol)

História do Brasil
-Sobre Wilson Simonal (videos)
-depoimentos sobre a Ditadura Militar (videos)
-entrevista com o ex-presidente FHC no Hard Talk
-A Guerra do Paraguai
-cinco anos da morte de Luonel Brizola (video)
-O Lampião e a Maria Degolada (videos)

Atualidades
-História das coisas
-MST: espancamento por PM
-Sobre Michael Jackson (duas postagens)
-sobre a crise política (duas postagens)
-a tragédia Air France Voo 447
-sobre a gripe A (três postagens)
-cachos de notícias (duas postagens)

História regional
-TV2 Guaíba

Educação
-Má condições de trabalho dos professores
-Biblioteca Britânica

segunda-feira, 27 de julho de 2009

TV2 Guaiba

Conheça a história de um canal no sul do Brasil que conseguiu o record de ficar 28 anos de forma independente no ar sem filiações e ainda assim com programação de qualidade.
Atualmente, Tv Record que mexe com a concorrente RBS TV desde que passou a ser transmitida através do canal 2.

TV2 Guaíba

Sobre Michael Jackson

A reportagem, ainda, sobre Michael Jackson no "Domingo Espetacular" numa rede televisão restava muito interessante ontem a noite.
O advogado de Conrad C. Murray, o médico particular de Michael Jackson, Edward Chernoff, afirmou neste domingo (28) ao jornal Los Angeles Times que o seu cliente não deu nenhum analgésico ao astro antes da sua morte. Havia especulações, endossadas pelo site TMZ.com, que divulgou o incidente em primeira mão, de que o cardiologista teria aplicado um poderoso remédio quando o músico passou mal. "Não houve Demerol, nem OxyContin", defendeu. De acordo com o jurista, o pop star já estava inconsciente e não respirava mais quando Murray entrou “por acaso” no quarto. O médico foi ouvido pela segunda vez neste sábado (27) e a polícia afirma que não foi possível estabelecer nenhuma “prova flagrante”. Segundo Chernoff, o cardiologista foi quem sugeriu a necropsia à família por não entender o motivo da morte.
Além do suposto assassinato do rei do pop a reportagem falou do suposto filho biológico.
Omer Bhatti, rapper norueguês de 25 anos, que já é figura conhecida no universo do rei do pop.
O rapper teria permanecido em Los Angeles após o funeral e estaria requisitando um teste de DNA para provar de vez que é filho do astro. Se o teste comprovar, será um rebuliço. Mais as suspeita de que os três filhos mais jovens são todos .

sábado, 18 de julho de 2009

Cacho de Notícias II

Ministério Público quer familiares nas buscas do Araguaia
O Ministério Público Federal do Pará vai pedir a suspensão das buscas dos corpos dos guerrilheiros do Araguaia./ O MPF quer que os familiares das vítimas da ditadura militar acompanhem as buscas./ A participação dos familiares foi vetada pelo Ministro da Defesa NELSON JOBIM na semana passada./ As buscas pelos desaparecidos foi retomada depois das revelações do Coronel CURIÓ responsável por ações repressivas e execuções contra os opositores da ditadura militar./ O MPF também quer maior transparência nas buscas.

Argentina discute gripe A com ministros da fronteira
O Ministro da Saúde argentino JUAN MANZUR convocou os ministros do Brasil, Chile, Uruguai, Bolívia e Paraguai para discutir a gripe A H1N1./ A reunião para discutir uma estratégia comum dos países fronteiriços com a Argentina ocorre na próxima quarta-feira./NOVENTA E QUATRO pessoas já foram faleceram vitimados pela nova gripe na Argentina, mas o recorde de contaminações está no Chile, com cerca de NOVE MIL E SEISCENTAS pessoas.

Missão de golpistas de Honduras não deve ser reconhecida pelos EUA
Diplomatas dos Estados Unidos afirmaram ONTEM que não irão se reunir com representantes do governo interino de Honduras que deve visitar o país./ O grupo hondurenho tem o objetivo de promover uma ‘investida diplomática’ junto ao governo norte-americano e aos membros da Organização dos Estados Americanos./ O golpe de estado que depôs o presidente MANUEL ZELAYA completou UMA semana neste domingo e tem sido rechaçado por diversos países e organismos internacionais.


Costa Rica deve mediar acordo entre presidente de Honduras e golpistas
O presidente da Costa Rica, OSCAR ARIAS, se propôs a tentar mediar uma solução entre o presidente deposto de Honduras, MANUEL ZELAYA, e o golpista ROBERTO MICHELETTI./ No último domingo, o avião que transportava ZELAYA de volta ao país foi proibido de pousar pelos militares./ Na ocasião, populares hondurenhos que esperavam o presidente foram duramente reprimidos pela polícia, que matou DOIS manifestantes e deixou outros DEZ feridos./ O rechaço aos golpistas tem aumentado a cada dia no país./ ONTEM, ONZE parlamentares hondurenhos criticaram o golpe e a imprensa local, que não admite que a ação foi um golpe de estado.

Começam negociações sobre Honduras na Costa Rica
O presidente da Costa Rica OSCAR ARIAS reuniu-se ONTEM em separado com o presidente deposto de Honduras MANUEL ZELAYA e com ROBERTO MICHELETTI, que assumiu a presidência hondurenha após o golpe militar./ As reuniões foram as primeiras tentativas para solucionar o conflito instalado no país após o golpe que derrubou ZELAYA, presidente eleito e apoiado pela população./ O golpe foi condenado pelos países da Organização dos Estados Americanos, incluindo Brasil e Estados Unidos, e pela Aliança Boivariana para as Américas que exigem a recondução de ZELAYA ao cargo.

Golpistas de Honduras não vão agüentar a pressão, diz presidente do Mercosul
O governo instalado em Honduras após um golpe de estado não irá suportar a pressão internacional afirmou CARLOS ÁLVAREZ, presidente do MERCOSUL./ ÁLVAREZ , que foi vice-presidente da Argentina antes de assumir a presidência do bloco comercial, afirmou ainda que confia na mediação da Organização dos Estados Americanos./Para ele, a solução do conflito viria através da convocação de novas eleições presidenciais.

Defensores de Zelaya são assassinados em Honduras
DOIS líderes dos protestos contra o golpe de estado em Honduras foram assassinados neste final de semana no país./ ROGER IVÁN BADOS, de CINQUENTA E QUATRO anos, foi morto em sua própria casa e RAMÓN GARCÍA, de QUARENTA anos, foi assassinado quando descia de um ônibus./ Ambos foram mortos por grupos armados./As DUAS vítimas faziam parte do partido de esquerda Unificação Democrática e defendiam o presidente eleito MANUEL ZELAYA, deposto por um golpe militar.

Aniversário do ECA terá ato contra a redução da maioridade penal
Entidades de defesa dos direitos da criança e do adolescente realizam HOJE atos públicos em SEIS estados contra a redução da maioridade penal./ As atividades acontecem nas assembléias legislativas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraíba, Rio Grande do Sul e Santa Catarina./ Os atos pretendem mobilizar os parlamentares contra a Emenda constitucional que reduz a idade penal de 18 para 16 anos./ A emenda é considerada uma ameaça ao Estatuto da Criança e do Adolescente, que completa DEZENOVE anos HOJE.

Mais da metade dos estrangeiros no Brasil tem terra na Amazônia
Dados do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária apontam que QUATRO MILHÕES de hectares já estão registrados em nome de estrangeiros no país./ Destes, mais da METADE está concentrada na Amazônia./ Entre os mais novos interessados está a Arábia Saudita./ Por meio de um programa, os árabes querem comprar terras brasileiras e, com isso, produzir alimentos para suprir necessidades internas./ A China é outro país que cobiça o solo brasileiro.


SC: Trabalhadores da Tupy aprovam redução de salário e jornada
Os trabalhadores da Tupy aprovaram a redução de VINTE por cento na jornada de trabalho e de QUINZE por cento dos salários, respeitando um piso de SEISCENTOS E CINQUENTA reais./ A medida foi aceita por OITENTA E QUATRO vírgula DOIS por cento dos trabalhadores./ A medida começa a valer imediatamente e o pagamento de Agosto já terá a redução./ A Tupy é a SEGUNDA metalúrgica de Joinville a adotar a medida./ A PRIMEIRA foi a Embraco.


Migração forçada é tema de Romaria da Terra no Piauí
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Comissão Pastoral da Terra, Cáritas e demais pastorais lançam AMANHÃ (09/07) a DÉCIMA PRIMEIRA Romaria da Terra e da Água./ O lançamento acontece à tarde no Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus, em Teresina./ Neste ano, a romaria será realizada no município de Corrente e irá debater a migração forçada e o trabalho escravo./ Segundo levantamento da CPT, o Piauí é o estado que mais exporta mão-de-obra para o agronegócio./ Geralmente, os trabalhadores recebem pouco e enfrentam bastante precariedade durante a jornada de trabalho.


RS: PSOL irá pedir bloqueio de bens de Yeda
Vereadores e deputados do PSOL gaúcho vão apresentar AMANHÃ petição para a juíza SIMONE BARBISAN FORTES, da Justiça Federal de Santa Maria (RS)./ O documento irá solicitar o bloqueio e a indisponibilidade de bens da governadora YEDA, de seu marido, CARLOS CRUSIUS e de DELSON MARTINI, ex-secretário do governo tucano./ A petição pede a devolução de todos os valores desviados nos episódios de corrupção que voltou em cena após novas denúncias feitas pelo lobista LAIR FERST./ O empresário confirmou os desvios de Caixa DOIS durante campanha eleitoral e as denúncias em relação à compra da mansão na Capital.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Biblioteca Britânica

A Biblioteca Britânica disponibilizara um acervo com mais de 200 anos de jornais, que contém cerca de 2 milhões de páginas digitalizadas que poder ser consultadas por qualquer pessoa através da internet. São dezenas de títulos como o Examiner, o Daily News e o Birmingham Daily Post.

A simples consulta ao British Newspapers pode ser feita gratuitamente, mas para fazer 100 downloads, por exemplo, o interessado terá de pagar US$ 11,40.

Fonte: Portal IMPRENSA

Clique aqui Biblioteca Britânica

sábado, 11 de julho de 2009

Dona Beija - Capítulo 78 - último capítulo

Texto exibido no último capítulo da novela
Beija partiu para Bagagem e levou vida virtuosa e discreta até a morte, mas nunca encontrou o diamante que procurava... Conta a lenda que um século depois um menino, brincando na lama da fonte da jumenta, encontrou uma pedra maior que o Estrela do Sul. O diamante tão ambicionado por Beija estivera sempre esperando por ela, na sua própria fonte... O palacete de Beija se transformou no museu de D. Beija, em Araxá, e a tão famosa Chácara do Jatobá abriga nos dias de hoje um convento de freiras dominicanas. FIM
Fonte: Wikipédia









sexta-feira, 10 de julho de 2009

Ser republicano

Li e repasso...

Nenhum homem nesta terra é repúblico, nem vela ou trata do bem comum, senão cada um do bem particular.” Simão de Vasconcelos, 1663.
A frase do jesuíta é citada no artigo "Ser republicano", de José Murilo de Carvalho, historiador, publicado no jornal O Globo, 06-07-2009.
Eis o artigo.
Nenhum homem nesta terra é repúblico, nem vela ou trata do bem comum, senão cada um do bem particular.” Simão de Vasconcelos, 1663.
Ser republicano é crer na igualdade civil de todos, sem distinção de qualquer natureza.
É rejeitar hierarquias e privilégios.
É não perguntar: “Você sabe com quem está falando?” É responder: “Quem você pensa que é?” É crer na lei como garantia da liberdade.
É saber que o Estado não é uma extensão da família, um clube de amigos, um grupo de companheiros.
É repudiar práticas patrimonialistas, clientelistas, familistas, paternalistas, nepotistas, corporativistas.
É acreditar que o Estado não tem dinheiro, que ele apenas administra o dinheiro pago pelo contribuinte.
É saber que quem rouba dinheiro público é ladrão do dinheiro de todos.
É considerar que a administração eficiente e transparente do dinheiro público é dever do Estado e direito seu.
É não praticar nem solicitar jeitinhos, empenhos, pistolões, favores, proteções.
Ser republicano, já dizia há 346 anos o jesuíta Simão de Vasconcelos, É NÃO SER BRASILEIRO.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Gripe mexicana

FOX NEWS: Gripe A

A gripe e o uso de máscaras

A gripe suína. Na verdade gripe mexicana porque veio do contato de lá com porcos contaminados com a nova variante viral. É lá que fica a grande fazenda industrial de criação de porcos que não tem cuidados com tratamentos (como vacinas) a estes animais.

O uso das máscaras é desrespeitoso pra quem visita museus, cidades históricas e além de não está provado que o uso delas ofereça uma proteção eficaz ou que reduza o contágio com a gripe. Aliás pode agravar mais a situação quando forem usadas e eliminadas em forma inadequadas. Elas, depois de retiradas, devem ser de preferência metidas num saco de plástico, que terá de ser bem fechado. Esse saco deve juntar-se aos resíduos domésticos normais.

A H3N2 que é originária de gripes humanas mata mais que a gripe A e que não diferencia o surto atual de outras gripes causadas pela mesma variante. A infame "gripe espanhola" de 1918, por exemplo, foi causada por influenza A H1N1. Depois atingir um terço de toda a população mundial e levar a óbitos 50 milhões de pessoas, esse vírus desapareceu e não foi encontrado em humanos por muitas décadas.

A gripe espanhola na verdade o país que mais levou a sério a pandemia de influenza em 1918 e deu liberdade à mídia nativa para informar sua população, acabou carregando o peso de nomeá-la, porque apesar do vírus ter se espalhado a partir dos Estados Unidos, a gripe que matou milhões virou espanhola.

O que devemos fazer é ter bom senso e educação como lavar as mãos e cobrir a boca ao tossir ou espirrar.



"Vendi umas 400 máscaras ontem, até o Johnny Depp veio comprar de mim. Se a coisa continuar assim vou ficar rico!" diz o ambulante ao Blog Nêga Véia
Fonte: google

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Cacho de Notícias

RS: Gripe deixa duas cidades em situação de emergência
Depois de São Gabriel, na Fronteira Oeste, agora é a cidade de Itaqui que declarou situação de emergência devido aos casos da gripe A./ O município, que fica na fronteira com a Argentina, contabiliza DUAS pessoas com suspeita de estarem com a gripe./ Todas as aulas foram suspensas por um período de DEZ dias, desde o último sábado./ A equipe da Vigilância Sanitária ainda intensificou o trabalho de monitoramento e orientação às pessoas que ingressam através da aduana./ O estado já contabiliza SETENTA E SEIS casos confirmados da gripe, com UMA morte.

RS: Professores da Uergs apresentam contraproposta ao governo
Professores da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul irão apresentar ao governo estadual uma contraproposta de reajuste salarial./ Em assembléia no final de semana, eles definiram um aumento de QUATRO por cento em Junho, DEZOITO vales refeição e acordo assinado até Março de 2010, quando se retomam as negociações./ O governo estadual propôs reajuste de TRÊS por cento e acordo até Maio de 2010./ A próxima reunião entre professores e governo ocorre nesta quinta-feira.

Redução da Jornada de Trabalho criaria 2,2 milhões de empregos
Centrais sindicais entregam HOJE à deputados federais uma carta com pedido de aprovação para o projeto de lei que reduz a Jornada de Trabalho no país./ A manifestação de SEIS centrais sindicais afirma que a redução de QUARENTA E QUATRO para QUARENTA horas semanais criaria automaticamente DOIS MILHÕES E DUZENTOS MIL postos de trabalhos.

Movimentos sociais entregam carta a embaixador de Honduras
Movimentos sociais rurais, urbanos e de direitos humanos entregaram ONTEM (30)em Brasília uma carta ao embaixador de Honduras no Brasil em que criticam o golpe militar e se solidarizam com o povo daquele país./ Também exigem o restabelecimento da democracia em Honduras./ O embaixador VICTOR LOZANO se mostrou emocionado e afirmou que irá continuar lutando pela população mais pobre que foi beneficiada pelas políticas do presidente deposto MANUEL ZELAYA./ O senador EDUARDO SUPLICY, do PT de São Paulo, participou do manifesto.

Sistema tributário brasileiro é mais pesado para os mais pobres
O sistema de impostos do Brasil tributa mais os contribuintes pobres, afirma relatório divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada./ A análise, que tem como base o Sistema de Contas Nacionais do IBGE, estima que famílias com renda de até DOIS salários mínimos tenham destinado em 2008 até CINQUENTA E QUATRO por cento da renda ao pagamento de impostos./ Já as famílias com renda acima de TRINTA salários mínimos, destinaram VINTE E NOVE por cento da renda aos tributos do estado.

RS: Presídios irão realizar prova do Enem
Os presídios do estado estão sendo cadastrados pela Susepe para receberem as provas do Exame Nacional do Ensino Médio./ A nota do Enem será utilizada no próximo ano na avaliação do vestibular em diversas universidades federais./ As inscrições prosseguem até o dia 17 de Julho./ As provas acontecem nos dias 03 e 04 de Outubro.

Equador entra na ALBA nesta semana
A Alternativa Bolivariana para as Américas que propõe a integração política, social e econômica dos países latinos terá a adesão do Equador a partir desta semana./ O presidente equatoriano RAFAEL CORREA chegou ONTEM à Venezuela onde oficializará a entrada no país na articulação que já reúne outros OITO países./ A ALBA discute a criação para os próximos anos de uma moeda única para os países-membro chamada Sucre.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Rei da música pop


Quinta-feira, 25 de junho de 2009 Às 18:26 horário brasileiro a internet dá o furo: "morre Michael Jackson" que iria fazer 51 anos agora 29 de agosto. De lá para cá, a mídia nativa foi exaustiva. Nunca se ouviu tanta coisa dele como neste período. Um músico brilhante ou uma celebridade esquisita? Rei do pop ou um homem que abusava de crianças? Como Michael Jackson será lembrado para a posteridade?
Michael Joseph Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958 em Los Angeles, Estados Unidos. De abusado pelo pai a acusado de abuso. A história de Michael Jackson é repleta de mistérios. Não importa a causa da morte dele mas a trajetória de vida dele. Ele era humilde, numa época em que a família era enorme com muitos tios partenos, maternos...
Incrível foi saber de depoimentos e dos seus filhos. dois filhos que não é dele (Prince Michael I, de 12 anos, e de Paris Catherine, de 11)e também do filho mais novo do cantor (caçula), Prince Michael II de 7 anos, conhecido como “Blanket”, foi concebido por uma mãe de aluguel, nunca identificada. O documentário "Adeus a Michael Jackson" de Roberto Cabrini de ontem estava muito interessante.


As várias faces de Michael Jackson

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Irã...

Li e repasso...

Se o Brasil fosse o Irã não haveria recontagem dos votos
Saiu no Wall Street Journal:

O Conselho Guardião do Irã está pronto para recontar os votos das urnas em que, segundo a Oposição, houve fraude.

. Vamos supor, que em 2010, Dilma ou Aécio (veja a entrevista com Fernando Lyra) dê uma surra de 61% a 39% no Eterno Futuro Presidente.

. E que a Oposição resolva ir para as ruas de São Paulo (afinal, o PSDB de São Paulo só tem voto em São Paulo …) exigir uma recontagem dos votos.

. No Brasil, caro navegante, não é possível recontar os votos.

. Porque não há a comprovação física do voto do eleitor.

. O Brasil se gaba de ter inventado uma fraude: a urna eletrônica !

. Com a ajuda do ministro serrista Nelson Jobim, e do acusado de liderar o mensalão tucano de Minas, Eduardo Azeredo, o Brasil adotou a urna eletrônica sem o comprovante físico.

. Nenhum, amigo navegante, nenhum país sério do mundo tem urna eletrônica sem comprovante físico.

. Por quê ?

. Porque sem um comprovante físico, o rol da roupa, o “papelzinho” a que se referia o grande brasileiro Leonel Brizola, sem o “papelzinho” não há como recontar.

. Recontar, como ?

. Como confrontar o resultado que está no computador – confrontar com quê ?

. Se o amigo navegante não guardar o comprovante da despesa no cartão de crédito, como reclamar de uma despesa que você não fez ?

. Viva o Brasil !

Paulo Henrique Amorim
Disponível em: http://www.paulohenriqueamorim.com.br/?p=12425 acesso em: 17/06/2009.

más condições dos professores

Muito importante esta informação...
RS: Justiça recebe pesquisa sobre más condições dos professores
Dirigentes do Sindicato dos Professores do Ensino Privado entregaram ONTEM à Justiça do Trabalho uma cópia da pesquisa sobre a rotina do setor./ O objetivo é fazer com que o Tribunal Regional do Trabalho tenha conhecimento das más condições em que atuam os professores no estado e a ajude a melhorá-las./ A pesquisa mostrou que SETENTA E OITO por cento dos entrevistados sofrem com as más condições./ Para o Sinpro, o levantamento reforça as reivindicações do sindicato.

Lampião

Série do Jornal da Record sobre Lampião e os novos cangaceiros - VT1 Exibida em 15-06-2009 Produção: Tony Chastinet Reportagem: Rodrigo Vianna

1ªparte


2ªparte


3ªparte


4ªparte


5ªparte


Parte final

AL QAEDA

1ªPARTE


2ªPARTE


3ªPARTE


4ªPARTE


PARTE FINAL

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Tragédia Air France voo 447

Li e repasso...

Empresas aéreas economizam na manutenção, diz comandante da Air France
Os acidentes aéreos poderiam ser reduzidos se as empresas adotassem as melhorias técnicas propostas por fabricantes e não tentassem reduzir os custos de manutenção dos aviões./ A opinião é do Comandante de Bordo da Air France, GUILLAUME POLLARD, delegado sindical da categoria na França./ Segundo POLLARD, apesar das melhorias de segurança para vôo, a pressão financeira das empresas impede a adoção destas tecnologias.

sábado, 6 de junho de 2009

Independência de Angola

Vídeo sobre a luta do povo Angolano nos seus 25 anos de independência. Suas dificuldades, seus desafios, sua esperança e sua força. Os laços de irmandade entre o Brasil e Angola.





domingo, 24 de maio de 2009

Ninguém sabe o duro que dei



Sá Marina


Wilson Simonal canta Meu limão meu limoeiro

Wilson Simonal-Na tonga da Mironga do Cabuletê

Wilson Simonal Varios - 1976 TV Tupi etc


Wilson Simonal e Sarah Vaughan - Histórico !!!

quarta-feira, 20 de maio de 2009

UM PUNHADO DE BRAVOS

Sergio Ross é diretor de um documentário sobre a ditadura militar e a tortura por ela promovida no Brasil.

Luta armada


Ações e prisão


Heróis Anônimos



TORTURA



Psicanálise e Tortura 1

Psicanálise e Tortura 2


Registro e Memória

domingo, 17 de maio de 2009

SRI LANKA

Muito interessante o texto de Jurandir Soares sobre SRI LANKA: CARNIFICINA QUE O MUNDO IGNORA neste domingo no Correio do Povo de PoA.

O mundo está diante de uma nova carnificina, mas que não tem tido muita repercussão devido à pouca importância do país, o Sri Lanka. Ali vem sendo travado um conflito, há 26 anos, que já deixou mais de 100 mil mortos, sendo 7 mil somente nos últimos três meses. A ONU classificou a situação como 'um banho de sangue'. Para variar, se trata de mais um conflito étnico.
O Sri Lanka, cujo nome significa 'ilha resplandescente', é uma antiga colônia britânica, que conseguiu sua independência na mesma ocasião que a Índia, ou seja, em 1948. Conhecida até 1972 como Ceilão, a ilha é famosa pelas especiarias, pelas pedras preciosas e pelas plantações de chá. Da população de 20 milhões de habitantes, 74% são cingaleses e 13% são tâmeis. E é justamente aí que está a razão do conflito. Os cingaleses sempre perseguiram a minoria tâmil. Em 1983, a morte de 13 soldados cingaleses por militantes tâmeis deflagrou a pior explosão de violência étnica da história do país. Centenas de tâmeis foram assassinados pela população em Colombo, a capital do país, e em várias outras cidades. Centenas de milhares de tâmeis perderam suas casas e fugiram para o sul da Índia.
Surgiu então o grupo Tigres Tâmeis, que se destaca pela violência. Se tornou o pioneiro na prática dos ataques suicidas e chegou a ter autonomia aérea e naval. Desde então, o país não teve mais paz. Desde janeiro, o governo desenvolve o que chama de 'ofensiva final' contra os rebeldes. O problema é que não morrem apenas militantes, mas também civis – velhos, mulheres, crianças, numa atrocidade que só num dia desta semana teria deixado 378 mortos e mais de 1.100 feridos. Encurralado numa área de apenas 4,5 km², o grupo separatista não permite a saída da população. A situação chegou a um ponto tão crítico que os médicos decidiram abandonar os feridos no único hospital da área sob o controle dos Tigres Tâmeis. Segundo os informes, as instalações médicas, improvisadas em uma escola, foram bombardeadas por dois dias consecutivos.
Nesta quarta-feira, finalmente, o Conselho de Segurança da ONU resolveu se manifestar. Formulou um 'pedido internacional' de cessar-fogo. Mas o apelo não foi aceito pelo governo de Colombo, que se disse disposto a levar adiante o que chama de 'ataque final' contra os Tigres Tâmeis. Imagens de satélite revelam bombardeios contínuos à zona rebelde. Segundo estimativas da ONU, 6.500 civis morreram e 14.000 foram feridos entre o fim de janeiro e meados de abril.
O histórico dos conflitos étnicos mostra que não haverá uma 'solução final'. Os tâmeis não serão exterminados. Será necessário um acordo político. Mas este, pelo que se observa, está muito longe. E até então, muita gente inocente irá morrer. E, como em todo conflito étnico, o ódio gera mais ódio e não se vislumbra uma solução que não seja a intervenção de uma força multinacional de paz. Mas, como eu disse no início, se trata de um país pequeno e sem importância. Portanto...

terça-feira, 5 de maio de 2009

Trabalhadores denunciam espancamento de sem terras em PB

Li e repasso...


Movimentos sociais, pastorais e demais organizações da sociedade civil da Paraíba divulgaram nota em que denunciam o espancamento de SETE sem terra por policias militares na cidade de Pocinhos./ Segundo o texto, os sem terra teriam sido presos e torturados durante a ocupação da Fazenda Cabeça de Boi na última quinta-feira, dia PRIMEIRO de Maio./ Após as agressões, CINCO sem terra foram libertados, mas DOIS ainda estariam presos./ As organizações, que integram a Assembléia Popular da Paraíba, afirmaram na nota que repudiam a repressão policial e mais um episódio de criminalização dos movimentos sociais.///

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Templários

Índice do mês anterior

Neste post apresenta os índices dos meses de março e abril.

Notícias
-Lei Rouanet
-cacho de notícias
-entrevista: Demo Getschko
-entrevista: Carlos Guilherme Mota
-sobre a Profa. dra. Sandra Jatahy Pesavento

História do Brasil
-trecho da entrevista Carlos Guilherme Mota
-45 anos da Ditadura Militar
-entrevista: Ivan Seixas
-Guerrilha do Araguaia
-quilombolas
-sobre censura
-Além Do Cidadão Kane

Educação
-Sobre o Professor
-mensagem de Amor Emocionante

Patrimônio
-projeto Fortaleza Multimidia
-carta de Ouro Preto
-Patrimônio Histórico e Cultural

Enquete
-STF: Joaquim BarbosaXGilmar Mendes
-sobre o acesso à informação

Atualidades
-Eric Hobsbawn
-Dia Internacional da Luta Contra a Discriminação Racial
-Vietnã: a força dos ancestrais

sábado, 25 de abril de 2009

Eric Hobsbawm

Muito interessante...

Socialismo fracassou, capitalismo quebrou: o que vem a seguir?

Seja qual for o logotipo ideológico que adotemos, o deslocamento do mercado livre para a ação pública deve ser maior do que os políticos imaginam. O século XX já ficou para trás, mas ainda não aprendemos a viver no século XXI, ou ao menos pensá-lo de um modo apropriado. Não deveria ser tão difícil como parece, dado que a idéia básica que dominou a economia e a política no século passado desapareceu, claramente, pelo sumidouro da história. O que tínhamos era um modo de pensar as modernas economias industriais – em realidade todas as economias -, em termos de dois opostos mutuamente excludentes: capitalismo ou socialismo.

Conhecemos duas tentativas práticas de realizar ambos sistemas em sua forma pura: por um lado, as economias de planificação estatal, centralizadas, de tipo soviético; por outro, a economia capitalista de livre mercado isenta de qualquer restrição e controle. As primeiras vieram abaixo na década de 1980, e com elas os sistemas políticos comunistas europeus; a segunda está se decompondo diante de nossos olhos na maior crise do capitalismo global desde a década de 1930. Em alguns aspectos, é uma crise de maior envergadura do que aquela, na medida em que a globalização da economia não estava então tão desenvolvida como hoje e a economia planificada da União Soviética não foi afetada. Não conhecemos a gravidade e a duração da atual crise, mas sem dúvida ela vai marcar o final do tipo de capitalismo de livre mercado iniciado com Margareth Thatcher e Ronald Reagan.

A impotência, por conseguinte, ameaça tanto os que acreditam em um capitalismo de mercado, puro e desestatizado, uma espécie de anarquismo burguês, quanto os que crêem em um socialismo planificado e descontaminado da busca por lucros. Ambos estão quebrados. O futuro, como o presente e o passado, pertence às economias mistas nas quais o público e o privado estejam mutuamente vinculados de uma ou outra maneira. Mas como? Este é o problema que está colocado diante de nós hoje, em particular para a gente de esquerda.

Ninguém pensa seriamente em regressar aos sistemas socialistas de tipo soviético, não só por suas deficiências políticas, mas também pela crescente indolência e ineficiência de suas economias, ainda que isso não deva nos levar a subestimar seus impressionantes êxitos sociais e educacionais. Por outro lado, até a implosão do mercado livre global no ano passado, inclusive os partidos social-democratas e moderados de esquerda dos países do capitalismo do Norte e da Australásia estavam comprometidos mais e mais com o êxito do capitalismo de livre mercado.

Efetivamente, desde o momento da queda da URSS até hoje não recordo nenhum partido ou líder que denunciasse o capitalismo como algo inaceitável. E nenhum esteve tão ligado a sua sorte como o New Labour, o novo trabalhismo britânico. Em suas políticas econômicas, tanto Tony Blair como Gordon Brown (este até outubro de 2008) podiam ser qualificados sem nenhum exagero como Thatchers com calças. O mesmo se aplica ao Partido Democrata, nos Estados Unidos.

A idéia básica do novo trabalhismo, desde 1950, era que o socialismo era desnecessário e que se podia confiar no sistema capitalista para fazer florescer e gerar mais riqueza do que em qualquer outro sistema. Tudo o que os socialistas tinham que fazer era garantir uma distribuição eqüitativa. Mas, desde 1970, o acelerado crescimento da globalização dificultou e atingiu fatalmente a base tradicional do Partido Trabalhista britânico e, em realidade, as políticas de ajudas e apoios de qualquer partido social democrata. Muitas pessoas, na década de 1980, consideraram que se o barco do trabalhismo não queria ir a pique, o que era uma possibilidade real, tinha que ser objeto de uma atualização.

Mas não foi. Sob o impacto do que considerou a revitalização econômica thatcherista, o New Labour, a partir de 1997, engoliu inteira a ideologia, ou melhor, a teologia, do fundamentalismo do mercado livre global. O Reino Unido desregulamentou seus mercados, vendeu suas indústrias a quem pagou mais, deixou de fabricar produtos para a exportação (ao contrário do que fizeram Alemanha, França e Suíça) e apostou todo seu dinheiro em sua conversão a centro mundial dos serviços financeiros, tornando-se também um paraíso de bilionários lavadores de dinheiro. Assim, o impacto atual da crise mundial sobre a libra e a economia britânica será provavelmente o mais catastrófico de todas as economias ocidentais e o com a recuperação mais difícil também.

É possível afirmar que tudo isso já são águas passadas. Que somos livres para regressar à economia mista e que a velha caixa de ferramentas trabalhista está aí a nossa disposição – inclusive a nacionalização -, de modo que tudo o que precisamos fazer é utilizar de novo essas ferramentas que o New Labour nunca deixou de usar. No entanto, essa idéia sugere que sabemos o que fazer com as ferramentas. Mas não é assim.

Por um lado, não sabemos como superar a crise atual. Não há ninguém, nem os governos, nem os bancos centrais, nem as instituições financeiras mundiais que saiba o que fazer: todos estão como um cego que tenta sair do labirinto tateando as paredes com todo tipo de bastões na esperança de encontrar o caminho da saída.

Por outro lado, subestimamos o persistente grau de dependência dos governos e dos responsáveis pelas políticas às receitas do livre mercado, que tanto prazer lhes proporcionaram durante décadas. Por acaso se livraram do pressuposto básico de que a empresa privada voltada ao lucro é sempre o melhor e mais eficaz meio de fazer as coisas? Ou de que a organização e a contabilidade empresariais deveriam ser os modelos inclusive da função pública, da educação e da pesquisa? Ou de que o crescente abismo entre os bilionários e o resto da população não é tão importante, uma vez que todos os demais – exceto uma minoria de pobres – estejam um pouquinho melhor? Ou de que o que um país necessita, em qualquer caso, é um máximo de crescimento econômico e de competitividade comercial? Não creio que tenham superado tudo isso.

No entanto, uma política progressista requer algo mais que uma ruptura um pouco maior com os pressupostos econômicos e morais dos últimos 30 anos. Requer um regresso à convicção de que o crescimento econômico e a abundância que comporta são um meio, não um fim. Os fins são os efeitos que têm sobre as vidas, as possibilidades vitais e as expectativas das pessoas.

Tomemos o caso de Londres. É evidente que importa a todos nós que a economia de Londres floresça. Mas a prova de fogo da enorme riqueza gerada em algumas partes da capital não é que tenha contribuído com 20 ou 30% do PIB britânico, mas sim como afetou a vida de milhões de pessoas que ali vivem e trabalham. A que tipo de vida têm direito? Podem se permitir a viver ali? Se não podem, não é nenhuma compensação que Londres seja um paraíso dos muito ricos. Podem conseguir empregos remunerados decentemente ou qualquer tipo de emprego? Se não podem, de que serve jactar-se de ter restaurantes de três estrelas Michelin, com alguns chefs convertidos eles mesmos em estrelas. Podem levar seus filhos à escola? A falta de escolas adequadas não é compensada pelo fato de que as universidades de Londres podem montar uma equipe de futebol com seus professores ganhadores de prêmios Nobel.

A prova de uma política progressista não é privada, mas sim pública. Não importa só o aumento do lucro e do consumo dos particulares, mas sim a ampliação das oportunidades e, como diz Amartya Sen, das capacidades de todos por meio da ação coletiva. Mas isso significa – ou deveria significar – iniciativa pública não baseada na busca de lucro, sequer para redistribuir a acumulação privada. Decisões públicas dirigidas a conseguir melhorias sociais coletivas com as quais todos sairiam ganhando. Esta é a base de uma política progressista, não a maximização do crescimento econômico e da riqueza pessoal.

Em nenhum âmbito isso será mais importante do que na luta contra o maior problema com que nos enfrentamos neste século: a crise do meio ambiente. Seja qual for o logotipo ideológico que adotemos, significará um deslocamento de grande alcance, do livre mercado para a ação pública, uma mudança maior do que a proposta pelo governo britânico. E, levando em conta a gravidade da crise econômica, deveria ser um deslocamento rápido. O tempo não está do nosso lado.

Artigo publicado originalmente no jornal The Guardian

Tradução do inglês para o espanhol: S. Segui, integrante dos coletivos Tlaxcala, Rebelión e Cubadebate.

Tradução do espanhol para o português: Katarina Peixoto

Canal de filmes LavTV

Canal de filmes LavTV
filmes 24 horas

Charge

Charge

charge

charge

Charge: Latuff e o massacre no Pinheirinho*

Charge: Latuff e o massacre no Pinheirinho*

A história secreta da Rede Globo

Resuno do documentário: Beyond Citizen Kane (no Brasil, Muito Além do Cidadão Kane) é um documentário televisivo britânico de Simon Hartog produzido em 1993 para o Canal 4 do Reino Unido. A obra detalha a posição dominante da Rede Globo na sociedade brasileira, debatendo a influência do grupo, poder e suas relações políticas. O ex-presidente e fundador da Globo Roberto Marinho foi o principal alvo das críticas do documentário, sendo comparado a Charles Foster Kane, personagem criada em 1941 por Orson Welles para Cidadão Kane, um drama de ficção baseado na trajetória de William Randolph Hearst, magnata da comunicação nos Estados Unidos. Segundo o documentário, a Globo emprega a mesma manipulação grosseira de notícias para influenciar a opinião pública como o fez Kane. O documentário acompanha o envolvimento e o apoio da Globo à ditadura militar, sua parceria ilegal com o grupo americano Time Warner (naquela época, Time-Life), a política de manipulação de Marinho (que incluíam o auxílio dado à tentativa de fraude nas eleições fluminenses de 1982 para impedir a vitória de Leonel Brizola, a cobertura tendenciosa sobre o movimento das Diretas-Já, em 1984, quando a emissora noticiou um importante comício do movimento como um evento do aniversário de São Paulo e a edição, para o Jornal Nacional, do debate do segundo turno das eleições presidenciais brasileiras de 1989, de modo a favorecer o candidato Fernando Collor de Mello frente a Luis Inácio Lula da Silva), além de uma controvérsia negociação envolvendo acções da NEC Corporation e contratos governamentais. O documentário apresenta entrevistas com destacadas personalidades brasileiras, como o cantor e compositor Chico Buarque de Hollanda, os políticos Leonel Brizola e Antônio Carlos Magalhães, o publicitário Washington Olivetto, os jornalistas Walter Clark, Armando Nogueira, Gabriel Priolli e o atual presidente Luis Inácio Lula da Silva. O filme seria exibido pela primeira vez no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro do Rio de Janeiro, em março de 1994. Um dia antes da estréia, a polícia militar recebeu uma ordem judicial para apreender cartazes e a cópia do filme, ameaçando em caso de desobediência multar a administração do MAM-RJ e também intimidando o secretário de cultura, que acabou sendo despedido três dias depois. Durante os anos noventa, o filme foi mostrado ilegalmente em universidades e eventos sem anúncio público de partidos políticos. Em 1995, a Globo tentou caçar as cópias disponíveis nos arquivos da Universidade de São Paulo através da Justiça Brasileira, mas o pedido lhe foi negado. O filme teve acesso restrito a essas pessoas e só se tornou amplamente vistos a partir da década de 2000, graças à popularização da internet. A Rede Globo tentou comprar os direitos para o programa no Brasil, provavelmente para impedir sua exibição. No entanto, antes de morrer, Hartog tinha acordado com várias organizações brasileiras que os direitos de televisão não deveriam ser dados à Globo, a fim de que o programa pudesse ser amplamente conhecido tanto por organizações políticas e quanto culturais. A Globo perdeu o interesse em comprar o programa quando os advogados da emissora descobriram isso, mas o filme permanece proibido de ser transmitido no Brasil. Entretanto, muitas cópias em VHS e DVD vem circulando no país desde então. O documentário está disponível na Internet, por meio de redes P2P e de sítios de partilha de vídeos como o YouTube e o Google Video (onde se assistiu quase 600 mil vezes). Contrariando a crença popular, o filme está disponível no Brasil, embora em sua maioria em bibliotecas e coleções particulares.

A história e os aspectos do racismo pelo mundo

Sinopse da Série: Como parte da comemoração do bicentenário da Lei de Abolição ao Tráfico de Escravos (1807), a BBC 4, dentro da chamada "Abolition Season", exibiu uma série composta por três episódios, independentes entre si, abordando a história e os aspectos do racismo pelo mundo. São eles: "A Cor do Dinheiro", "Impactos Fatais" e "Um Legado Selvagem". Episódio 1 A Cor do Dinheiro: O programa examina as atitudes de alguns dos grandes filósofos em relação às diferenças humanas, incluindo a abordagem das implicações dos dogmas do Velho Testamento acerca dos atributos das diferentes raças, especificamente "A Maldição de Cam". Analisa a fracassada experiência democrática da Serra Leoa, a Revolução do Haiti, a primeira revolução escrava bem sucedida da história, demonstrando como ele passou da colônia mais rica das Américas ao país mais pobre do hemisfério norte. Este episódio trata, ainda que de forma superficial, da chamada "democracia racial" brasileira. Por fim, conclui-se que a força motriz por trás da exploração e escravização dos chamados "povos inferiores" foi a economia, e que a luta para apagar e cicatrizar os feitos e legados deixados pelo sistema escravocrata ainda continua. Episódio 2 Impactos Fatais: É a mais superficial das diferenças humanas, tem apenas a profundidade da pele. No entanto, como construção ideológica, a ideia de raça impulsionou guerras, influenciou a política e definiu a economia mundial por mais de cinco séculos. O programa aborda as teorias raciais desenvolvidas na era vitoriana, a eugenia, o darwinismo social e o racismo científico, desenvolvendo a narrativa a partir da descoberta dos restos mortais encontrados no deserto da Namíbia pertencentes às primeiras vítimas do que ficaria conhecido como campo de concentração, 30 anos antes de o nazismo chegar ao poder na Alemanha. Tais teorias levaram ao desenvolvimento da Eugenia e das políticas raciais nazistas. O documentário sustenta que os genocídios coloniais, o campo de morte da ilha de Shark, a destruição dos aborígenes tasmanianos e os 30 milhões de indianos vítimas da fome, foram apagados da história da Europa, e que a perda desta memória encoraja a crença de que a violência nazista foi uma aberração na história daquele continente. Mas que, assim como os ossos ressurgidos no deserto da Namíbia, esta história se recusa a ficar enterrada para sempre. Episódio 3 Um Legado Selvagem: O programa aborda o cruel legado deixado pelo racismo ao longo dos séculos. Iniciando pelos EUA, berço da Ku Klux Klan, onde o pesquisador James Allen, possuidor de vasta coleção de material fotográfico e jornalístico sobre linchamentos, defende que há um movimento arquitetado para apagar a mácula racial da memória do país. A seguir, remonta à colonização belga do Congo, por Leopoldo II, onde os negros que não atingiam a quota diária de borracha tinham a mão direita decepada. O documentário trata ainda da problemática racial na África do Sul (Apartheid) e Grã-Bretanha, abordando a luta do Movimento pelos Direitos Civis nos EUA e a desconstituição do mito da existência de raças.

Os Maias e as Profecias do Juízo Final Parte 01 de 05

Resumo:Nossos dias estão contados, preparem-se para o juízo final. Conheçam o templo sagrado de uma civilização perdida e conheçam a verdade sobre a profecia maia. Os maias realmente enxergavam o passado e o presente com precisão extraordinária? A data exata do nosso fim estaria oculta em seus antigos textos? O tempo está se esgotando, a contagem regressiva começa agora. \

BATALHAS LENDÁRIAS: JOSUÉ, A MATANÇA ÉPICA

Resumo do documentário: Na sua primeira batalha para conquistar a Terra Prometida, as forças especiais de Josué infiltraram-se de forma secreta e destruíram Jericó desde dentro apesar de as suas muralhas serem consideradas impenetráveis. Os espias de Josué contaram com a ajuda de Rajab. Enquanto os exércitos de Josué rodeavam a cidade amuralhada, os Israelitas introduziram-se sigilosamente na casa de Rajab. Uma vez que conseguiram introduzir quarenta soldados, Josué e o resto do exército, que esperavam fora da cidade, tocaram os trompetes e atacaram. Os quarenta soldados apanharam a cidade completamente de surpresa e conquistaram-na. Apenas Rajab salvou-se do banho de sangue que percorreu Jericó inteiro.

África - uma história rejeitada

Documentário: A História Oculta do Terceiro Reich

Descrição: A fascinação de Hitler com a ascensão e queda da "raça ariana", a sua obsessão com a ordem e a disciplina, e seus messiânicos planos de controle total do mundo... desde as origens ocultas do Nazismo até a morte de seu mentor Adolf Hitler, a ascensão da doutrina do "Nacional Socialismo" foi construída tendo como base um mundo de sinistros acontecimentos e crenças, construído através da propaganda política e manipuladora. Agora, utilizando filmagens recentemente descobertas, este documentário explora este incrível fenômeno acontecido na Alemanha, durante as décadas de 30 e 40, e que deu origem à Segunda Guerra Mundial. Pela 1.a vez os assustadores rituais e crenças do nazismo, como a origem da cruz suástica e a construção do Holocausto, são explorados e desvendados para o público em 3 documentários sobre os segredos do terceiro Reich e que também descortinam o PAPEL FUNDAMENTAL DO MISTICISMO na doutrina extremamente racista de Adolf Hitler, notadamente os escritos de Madame BLAVATSKY (Teosofia), Guido von Lista (Ariosofia) e Jorg Lanz (Teozoologia).

A SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO DE PIERRE BOURDIEU

No vídeo abaixo podemos entender melhor as idéias de Bourdieu sobre a escola. O vídeo foi produzido pela Univesp TV para o Curso de Pedagogia da Universidade Virtual do Estado de São Paulo. O artigo abaixo destaca as contribuições e aponta alguns limites da Sociologia da Educação de Pierre Bourdieu. Na primeira parte, são analisadas as reflexões do autor sobre a relação entre herança familiar (sobretudo, cultural) e desempenho escolar. Na segunda parte, são discutidas suas teses sobre o papel da escola na reprodução e legitimação das desigualdades sociais. Para ler o artigo clique aqui